Newsletter Cibersegurança
MAIO 2021

Perigos ao usar uma VPN

Perigos ao usar uma VPN: tudo o que deve saber

Muito do que se diz sobre VPNs é positivo e fazem-nos sentir seguros: fornecem encriptação, privacidade online, segurança de dispositivo, entre outras vantagens que as tornam ideais para manter a segurança online. Contudo, nem sempre são perfeitas ou resolvem todos os problemas. Existem, de facto, alguns perigos ao usar uma rede privada virtual que devemos ter consciência.

Para que serve e porquê usar uma VPN?

Uma VPN ou rede privada virtual serve para garantir a segurança entre o cliente (normalmente remoto) e a rede com a qual o utilizador necessita de aceder, ou seja, uma VPN não acrescenta valor se a necessidade é usar o Home Banking, uma vez que não se irá ligar diretamente via VPN ao Home Banking e pode-se estar a comprometer a segurança ao expor o tráfico de rede a um operador específico. Por outro lado, se for preciso usar um repositório de informação ou uma aplicação na empresa, então deve-se usar a VPN da empresa e nunca outra VPN que não seja a fornecida pela mesma.

vpn-01

vpn-02

Porque é que as empresas usam VPNs?

Uma VPN empresarial permite que os colaboradores que trabalham remotamente como se estivessem fisicamente presentes no escritório. Isto é útil quando há necessidade de os colaboradores acederem a recursos confidenciais disponíveis apenas na intranet da empresa. É, no entanto, importante salientar que as VPNs empresariais são destinadas a proteger a privacidade da empresa e não necessariamente o indivíduo.

Quais as limitações associadas à VPN?

As VPNs são ferramentas incrivelmente úteis e poderosas, mas não podem fazer tudo.

1. Os dispositivos não são todos protegidos automaticamente

Se usar o software VPN para proteger o PC ou smartphone, esse é o único dispositivo que fica protegido. Para manter os dados seguros, deve instalar uma app em cada dispositivo que se conecta à Internet (ou então usar um VPN router).

Image47

2. Os vírus e malware ainda são uma ameaça

A maioria das VPNs não protege o computador contra vírus ou malware. Precisará ainda de estar atento ao download de arquivos suspeitos, especialmente através de redes torrent e P2P.

Image7

3. Problemas de velocidade com a VPN

A VPN geralmente diminui a velocidade da sua conexão em 10% a 25% dependendo do serviço, tudo graças à sobrecarga de encriptação, o que pode ser frustrante.

Image48

vpn-03

Pode confiar numa VPN?

Sinceramente, não se pode. Mesmo que uma VPN diga que fornece segurança à prova de bala, mesmo que afirme que não há registo em tudo, nunca se tem a certeza. Afinal, está-se a enviar dados através de um terceiro, logo estes podem ser comprometidos, pois não se sabe como de facto os dados são tratados. Além de que o próprio software da VPNs pode conter vírus e malware. AS VPNs devem ser, assim, utilizadas em contexto empresarial para acesso a informações corporativas, e sim, estas devem ser protegidas e asseguradas. Na maioria dos casos não existem razões que dê suporte credível a nível pessoal para a utilização de VPN.

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER


Consentimento Cookies X

A Integrity S.A. utiliza cookies para fins analíticos e de apresentação de informação mais personalizada, com base no perfil elaborado pelos seus hábitos de navegação. Se pretende informação mais pormenorizada, pode aceder à nossa Política de Cookies.