Home
Newsletter Cibersegurança
MAIO 2020

Sabia que… os planos de backups aumentam a probabilidade de recuperar totalmente a atividade após ocorrência de uma perda de dados?

Esta perda pode ocorrer devido a:

Danos acidentais derivados da exclusão ou modificação de dados

Falhas de hardware

Desastres naturais - incêndios, inundações, entre outras

Roubo ou perda de dispositivos

Modificação, exclusão ou corrupção de arquivos por vírus ou código malicioso

Ataque de Ransomware, onde é exigido um pagamento para desbloqueio dos arquivos encriptados (saiba mais aqui)

O Backup trata-se de uma cópia dos arquivos relevantes em contexto profissional e pessoal para um local seguro, acessível e distinto de dispositivos como PC’s, telemóveis e tablets, onde se encontra geralmente armazenada a única versão existente dos dados.

Eis algumas diretrizes para a realização de backups de qualidade:

1. Organize a informação

Reserve algum tempo para organizar dados e documentos, assegurando que efetua cópias de tudo o que necessita

2. Defina o que deve ser alvo de backup

Deve realizar uma cópia de:

Toda a informação essencial ao desenvolvimento do negócio ou à qual recorre com frequência

Dados organizacionais sensíveis como registos financeiros, informações referentes a clientes, propostas e informações internas e externas consideradas críticas

Informações de configuração de rede, documentos de políticas e processos e informações referentes a licenças aplicacionais

Todos os ficheiros relevantes a nível pessoal, como fotografias e vídeos de familiares ou amigos

3. Escolha opções de backup adequadas às suas necessidades

A título empresarial: utilize e respeite as políticas e mecanismos de backup definidos pela sua organização

A título pessoal e não contemplando informação corporativa, pode optar por usar:

A) Discos externos: são portáteis, intuitivos e possuem uma elevada capacidade de armazenamento, sendo por isso ideais para arquivos pesados

B) Pens ou USB drives: possuem menos capacidade de armazenamento, são pequenas, portáteis e indicadas para transferir arquivos de dispositivo para dispositivo

C) Clouds: possuem uma elevada capacidade de armazenamento, permitem criptografar conteúdos, armazenar dados online e aceder-lhes em qualquer momento e dispositivo ligado à internet

D) Cópias físicas: Em alguns casos pode fazer sentido manter, para além das cópias digitais, uma cópia de alguns documentos em papel

4. Estabeleça a frequência

Mantenha uma dinâmica de backups regular

Efetue backups de dados críticos, no mínimo, diariamente

Automatize o processo de backups, programando-o para intervalos regulares ou para após cada edição, minimizando a probabilidade de perda de informação

5. Efetue diversos backups e teste a estratégia

Certifique-se que cria, pelo menos, duas cópias dos seus dados

Garanta que pelo menos um dos backups se encontra armazenado num local seguro (C)

Use, no mínimo, dois formatos de cópias distintos: online (C) e unidade de armazenamento externo (A/B), garantindo acesso aos dados caso um dos formatos falhe

Teste se o acesso e recuperação dos dados ocorrem de forma fácil e rápida, protegendo-se contra violações de dados, ataques de ransomware e outros acidentes, sem comprometer a sua atividade