Home
Newsletter Cibersegurança
JUNHO 2021

Ransomware

Ransomware: Como prevenir

Segundo o mais recente Relatório de Riscos e Conflitos de 2021 do Observatório de Cibersegurança do Centro Nacional de Cibersegurança, o ransomware é uma das 3 criminalidades mais registadas em Portugal. O ransomware é uma forma de malware em constante evolução, criada para encriptar arquivos num dispositivo, tornando todos os arquivos e sistemas que dependem deles inutilizáveis. O cibercriminoso exige assim, um resgate para libertar o sistema bloqueado, ameaçando publicar os dados, incluindo informações pessoais e dados da empresa, caso o resgate não seja pago. Como exemplo, muito recentemente, a principal operadora de oleoduto nos EUA fechou a sua rede após um ataque que envolveu ransomware, tendo repercussões muito elevadas não só de perdas financeiras como reputacionais.

Aqui indicamos algumas dicas para evitar ser uma potencial vítima de ransomware:

1. Nunca clique em links duvidosos

Evite clicar em links em mensagens de spam ou em sites desconhecidos. Se clicar em links maliciosos, um download automático pode ser iniciado, o que pode levar à infeção do seu computador.

Image2

2. Evite divulgar informações pessoais

Se receber uma chamada, um SMS ou e-mail de uma fonte não confiável solicitando informações pessoais, não responda. Os cibercriminosos podem tentar recolher informações pessoais com antecedência, que são usadas para personalizar mensagens de phishing dirigidas especificamente para si. Em caso de dúvida quanto à legitimidade da mensagem, entre em contacto diretamente com o remetente.

Image35

3. Não abra anexos de e-mail suspeitos

O ransomware também pode chegar ao seu dispositivo através de anexos de e-mail. Evite abrir qualquer anexo de aparência duvidosa. Para ter certeza de que o e-mail é confiável, preste muita atenção ao remetente e verifique se o endereço está correto. Nunca abra anexos que solicitem a execução de macros para visualizá-los. Se o anexo estiver infetado, abri-lo executará uma macro maliciosa que fornece controlo de malware ao seu computador.

Image25

4. Faça regularmente backups dos seus dados para um armazenamento seguro

Investir num backup assemelha-se a comprar um seguro e por isso a escolha deve ser bem pensada. O processo de recuperar dados do backup é conhecido como restauração e, mais importante que manter as cópias de segurança atualizadas, conseguir restaurá-las em caso de desastre ou tentativa de extorsão é imprescindível.

Image16

5. Nunca use dispositivos USB desconhecidos

Nunca conecte dispositivos USB ou outro meio de armazenamento ao computador se não souber a sua proveniência. Os cibercriminosos podem ter infetado o meio de armazenamento e colocado num local público para induzir alguém a utilizá-lo.

Image49

6. Mantenha os seus programas e sistema operacional atualizados

Atualizar programas e sistemas operacionais regularmente ajuda a protegê-lo contra malware. Ao realizar atualizações, certifique-se de utilizar patches de segurança mais recentes, pois dificulta a ação dos cibercriminosos na exploração das vulnerabilidades nos seus programas.

Image6

7. Use apenas fontes de download conhecidas

Para minimizar o risco de ransomware, nunca faça download de software ou arquivos de sites desconhecidos. Conte com sites verificados e confiáveis para downloads. Sites deste tipo podem ser reconhecidos pelos selos de confiança. Certifique-se de que a barra de endereço do navegador da página que está a visitar usa "https" em vez de "http". Um escudo ou símbolo de cadeado na barra de endereço também pode indicar que a página é segura. Também tenha cuidado ao fazer download para dispositivos móveis. Pode confiar na Google Play Store ou na Apple App Store, dependendo do seu dispositivo.

Image50